correoslista de correosrecibe automaticamente las actualizaciones a tu correosiguenos en tuitersiguenos en facebook siguenos en youtube

enlaceZapatista

Palabra del Ejército Zapatista de Liberación Nacional

Feb032020

Pronunciamento conjunto do CNI-CIG e EZLN sobre as recentes agressões dos capitalistas, seus governos e cartéis contra os povos originários do México

Aos povos do mundo

Às Redes de Resistência e Rebeldia

À Sexta Nacional e Internacional

Aos meios de comunicação

 

Aqueles entre nós que são povos, nações, tribos e bairros do Congresso Nacional Indígena – Conselho Indígena de Governo e o Exército Zapatista de Libertação Nacional, condenamos os fatos que apresentaremos abaixo.

Repressão por parte da Guarda Nacional às comunidades originárias do povo nahua de Juan C. Bonilla.

Denunciamos o ataque às comunidades originarias do povo nahua de San Mateo Cuanala, San Lucas Nektetelco, San Gabriel Ometoxla, Santa Marea Zacatepec e à colonia José Ángeles, do municipio de Juan C. Bonilla. No dia 30 do outubro passado, elas foram reprimidas com golpes e balas, inclusive contra crianças, mulheres, e pessoas da terceira idade, pela polícia federal, pela polícia estatal de Puebla e pela Guarda Nacional.

A implementação das forças repressivas contra os companheiros visa concretizar o envenenamento do rio Metlapanapa como parte do chamado Projeto Integral para a Construção do Sistema de Alcantarillado Sanitario da Zona Industrial de Huejotzingo, Puebla, conhecido como “Cidade Textil”, que faz parte do megaprojeto de infraestrutura urbano-industrial conhecido como projeto Integral Morelos, o qual custou a vida do companheiro Samir Flores.

Ataque da Guarda Nacional às comunidades originárias do povo nahua do município de Juan C. Bonilla

Condenamos o ataque covarde sofrido pela comunidade wixárika e tepehuana de San Lorenzo de Azqueltán, no municipio de Villa Guerrero, Jalisco, no dia 3 do novembro passado, nas mãos dos caciques Fabio Ernesto Flores Sanchez (pseudonimo La Polla), Javier Guadalupe Flores Sonchez e Mario Flores. A bordo de três caminhonetes e acompanhados de pessoal armado, eles emboscaram os comuneros e autoridades; atuando com total impunidade, bateram neles até deixar gravemente feridos os companheiros Ricardo de la Cruz González, Noé Aguilar Rojas e Rafael Reyes Márquez, que agora recebem atenção médica.

Essas tentativas de homicídio, que permanecem descaradamente impunes, são orquestrados para deter a histórica e digna luta pela terra. Os que ambicionam tal feito, por serem donos do dinheiro, se sentem donos da região e têm contado sempre com a total complicidade do governo, que buscam fazer contratos milionários sobre a terra comunal, pretendendo borrar desde a história, até o próprio povo tepecano.

Exigimos o retorno com vida dos companheiros Carmelo Marcelino Chino e Jaime Raquel Cecilio, da Frente Nacional pela Liberação dos Povos no estado de Guerrero, que se encontram desaparecidos desde o dia 22 do outubro passado, logo após saírem de Acapulco em direção à localidade de Huamuchapa. Este ato criminal adiciona à criminalização, persecução, assassinato e desaparecimento dos que, no estado de Guerrero e em todo o México, lutam pelo respeito aos territórios indígenas em oposição à devastação capitalista.

Da mesma forma, denunciamos a detenção e o desaparecimento por várias horas do companheiro Fredy Garcia do Comitê de Defesa de Direitos Indígenas (CODEDI) nas mãos de agentes policiais de Oaxaca, logo depois de participar de uma suposta reunião de trabalho com funcionários do governo. Os policiais fizeram acusações absurdas para criminalizar a digna luta da CODEDI e do companheiro Fredy Garcia contra a expropriação e a repressão capitalistas.

Exigimos a liberdade imediata e incondicional de nosso companheiro Fredy Garcia!

Os capitalistas, seus cartéis e seus governos impõem a morte por meio de grupos armados – sejam do mal governo, grupos de choque, ou criminosos – para despir os povos indígenas. Para nossos povos: a violência, o terror e a indignação; a eles: a impunidade e a garantia de que seus crimes se transformaram em lucros ao custo de aldeias inteiras.

 

Atenciosamente

Novembro de 2019

Pela Reconstituição Integral de Nossos Povos Nunca Mais um México sem Nós

Congresso Nacional Indígena

Conselho Indígena de Governo

Exército Zapatista de Libertação Nacional

Share

No hay comentarios »

No hay comentarios todavía.

RSS para comentarios de este artículo.

Deja un comentario

Notas Importantes: Este sitio web es de la Comisión Sexta del EZLN. Esta sección de Comentarios está reservada para los Adherentes Registrados y Simpatizantes de la Sexta Declaración de la Selva Lacandona. Cualquier otra comunicación deberá hacerse llegar por correo electrónico. Para evitar mensajes insultantes, spam, propaganda, ataques con virus, sus mensajes no se publican inmediatamente. Cualquier mensaje que contenga alguna de las categorías anteriores será borrado sin previo aviso. Tod@s aquellos que no estén de acuerdo con la Sexta o la Comisión Sexta del EZLN, tienen la libertad de escribir sus comentarios en contra en cualquier otro lugar del ciberespacio.


Archivo Histórico

1993     1994     1995     1996
1997     1998     1999
2000     2001     2002     2003
2004     2005     2006
2007     2008     2009     2010
2011     2012     2013
2014     2015     2016     2017
2018    2019   

Comunicados de las JBG Construyendo la autonomía Comunicados del CCRI-CG del EZLN Denuncias Actividades Caminando En el Mundo Red nacional contra la represión y por la solidaridad